Produtos /Bombas Centrífugas

Bombas centrífugas - Vertiflux

As bombas centrífugas Vertiflux foram desenvolvidas visando aplicações não atendidas por bombas centrífugas convencionais, como o bombeamento de produtos em situações onde não seja possível a instalação de conexões na lateral ou base do reservatório de sucção (tanques aterrados), situações de difícil aspiração do produto (baixo NPSHd) ou quando se deseja garantir a ausência de falhas de partida (rotor submerso). As bombas centrífugas Vertiflux são do tipo monobloco, com rotor semi-aberto, e selagem hidrodinâmica (sem selo mecânico).

Bombas Para Tambor

Características técnicas:

  • • Vazões máximas de 50 m³/h.
  • • Contra-pressões máximas de 50 m.c.l.
  • • Disponíveis em materiais plásticos (polipropileno ou Teflon®).
  • • Selagem hidrodinâmica (sem selo mecânico).
  • • Posição de montagem vertical, opcionalmente sobre balsas flutuantes para situações com grande variação do nível do líquido (esvaziamento de grandes lagoas, tanques de efluentes, etc.) (mediante solicitação, com custo adicional).
  • • Disponíveis com corpos submersos nos comprimentos de 300 a 2000 mm, podendo ser fornecidas com tubos pescadores no bocal de sucção para aspiração em tanques ainda mais profundos.

Opcionais (mediante solicitação):

  • • Tubo prolongador de sucção
  • • Válvula solenoide automática para água de lubrificação externa de mancais

Aplicações:

  • • Bombeamento de produtos químicos em geral de baixa viscosidade (soda cáustica, sulfatos, cloretos, hipoclorito de sódio, leite de cal, etc.)
  • • Bombeamento de produtos corrosivos e/ou abrasivos (banhos galvânicos, etc.)
  • • Bombeamento de grandes reservatórios e tanques aterrados
  • • Bombeamento em situações de difícil aspiração (baixo NPSHd)
  • • Processos de recirculação (torres de resfriamento, lavadores de gases, banhos galvânicos, etc.)

Formas de instalação:

Bomba Centrífuga

Bomba com corpo curto e tubo prolongador instalada sobre o reservatório: Instalar a bomba sobre a tampa do reservatório através da flange de apoio, de forma que o rotor fique afogado no momento da partida. O tubo prolongador acoplado ao bocal de sucção poderá ter até 3 metros de comprimento. Recomenda-se a automatização do acionamento e desligamento da bomba por sensores de nível, de forma a garantir o rotor escorvado na partida e evitar a operação após o término de líquido no reservatório (operação contínua a seco não admissível). Instalação indicada para processos de transferência onde a partida sempre ocorre com tanque cheio.

Bomba Centrífuga

Bomba com corpo longo instalada sobre o reservatório: Instalar a bomba sobre a tampa do reservatório através da flange de apoio, de forma que o rotor fique permanentemente afogado. Essa configuração permite o acionamento da bomba pelo operador a qualquer nível de líquido. Opcionalmente, poderá ser previsto sensor de nível para desligamento automático antes do término de líquido no reservatório (operação contínua a seco não admissível). Para submergências maiores que 400mm, utilizan-se mancais internos de apoio para o eixo, a fim de se minimizar vibrações e esforços excessivos durante o funcionamento da bomba. Esses são refrigerados pelo próprio líquido bombeado ou outro líquido compatível. Instalação indicada para processos de transferência onde se deseja partida a qualquer nível líquido.

Bomba Centrífuga

Bomba instalada para processo de recirculação (nível constante do reservatório): Instalar a bomba de forma que o rotor fique permanentemente afogado, dispensando escorva ou manuseio de válvulas para a partida. Possível fixação da bomba pelos pés do motor sobre o próprio reservatório, não ocupando áreas laterais do tanque.